Após perder duas cobranças de pênaltis, Vila Nova perde para Aparecidense

Após uma primeira parte de campeonato impecável, líder durante boa parte do Goianão, o Vila Nova chegou a sua segunda derrota consecutiva. Após perder por 5 a 1 no estádio Valdeir Oliveira para o Goianésia, o time colorado foi derrotado em casa, no estádio Serra Dourada por 1 a 0 para a Aparecidense, que chegou a sua sexta vitória consecutiva e aos 20 pontos, abrindo 6 pontos de vantagem para o segundo colocado, Atlético Goianiense, que entra em campo neste domingo, 19.

O gol da vitória da Aparecidense foi marcado pelo zagueiro Mirita, de cabeça aos onze minutos da primeira etapa. O Tigrão chegou a ter uma chance de ouro para empatar quando Moisés foi derrubado na área por Thiago Carvalho. Pênalti marcado por Bruno Rezende que Hiroshi desperdiçou. O meia colorado deu uma cavadinha na bola e ela acabou passando por cima do travessão para desespero dos torcedores presentes no Serra Dourada.

Na segunda etapa, o Vila Nova teve outra postura, voltou com uma forte marcação e chegou ao gol, com Matheus Anderson, porém foi anulado. O bandeirinha Alexandre Hume, viu impedimento inexistente na jogada e anulou o gol colorado.

Outra grande chance para empatar o jogo veio em outro pênalti. Moisés foi derrubado pelo goleiro Pedro Henrique. Por conta do choque o camisa número 1 da Aparecidense acabou levando a pior e teve que ser substituído por Wallace. Na cobrança o atacante Wallyson chutou a bola na trave e desperdiçou mais uma vez a oportunidade para chegar ao empate. Logo na sequência o atacante Aleílson foi expulso após insultar a arbitragem.

FICHA TÉCNICA
Vila Nova 0x1 Aparecidense

Renda – R$ 24.920,00
Público – 1.718 pagantes
Local – Estádio Serra Dourada
Árbitro: Bruno Rezende
Assistentes: Fabricio Vilarinho e Alexandre Hume

Vila Nova: Wendell; Maguinho, Wesley Matos, Alemão e Jonathan; PH, Fagner (Matheus Anderson), Geovane (Marcos Vinícius) e Hiroshi (Everton); Wallyson e Moisés. Técnico: Mazola Júnior

Aparecidense: Pedro Henrique (Wallace); Robson, Thiago Carvalho e Mirita; Rafael Cruz, Foguinho, Klécio, Murilo (Abuda) e Helder (Elias); Robert e Aleílson. Técnico: Zé Teodoro