Cruzeito vira sobre Ponte Preta no Mineirão e entra no G4

Na abertura da rodada, em partida antecipada, o Cruzeiro venceu, de virada, a Ponte Preta por 2 a 1, na tarde deste sábado, no Mineirão. Após sair atrás no placar com o pênalti convertido por Danilo Barcelos, a Raposa foi para cima e dominou as ações no segundo tempo, conseguindo a virada com Thiago Neves e Manoel. Com a vitória, os mineiros subiram provisoriamente para o quarto lugar, com 44 pontos. Os paulistas se mantiveram na 15ª posição, com 31 e podendo voltar para a zona de rebaixamento, dependendo dos resultados da rodada.

Em situações opostas na tabela, Cruzeiro e Ponte Preta entraram em campo com mentalidades completamente diferentes. A Raposa, já classificada para a Libertadores do ano que vem, tinha a cabeça na novela que se instalou sobre a permanência ou não de Mano Menezes no clube. Quem comandava a equipe à beira do campo era Sidnei Lobo. A Macaca, por outro lado, queria embalar depois da vitória sobre o Flamengo para conseguir uma arrancada para longe da zona de rebaixamento.

Diogo Barbosa recuou mal para Rafael, que derrubou Lucca e cometeu pênalti. Na cobrança, Danilo Barcelos bateu muito bem e abriu o placar para a Macaca. A partir daí, a Ponte se fechou. O Cruzeiro dominava a posse de bola, chegando a 75%, porém, não conseguia transformar esse domínio em chances de gol. Rafinha pediu pênalti após cair dentro da área aos 27 minutos, mas nada foi marcado. A Macaca também só conseguiu um contra-ataque bom, com Danilo Barcelos, mas o meia parou em boa defesa de Rafael. Assim, a partida foi para o intervalo com o placar ainda em 1 a 0 para a equipe paulista.

Na volta para o segundo tempo, o Cruzeiro armou uma blitz na frente da área da Ponte Preta. Com menos de dez minutos, já havia finalizado muito mais que em todo o primeiro tempo. A Macaca, encurralada no campo defensivo, não conseguia jogar. De tanto pressionar, o Cruzeiro finalmente chegou ao empate aos 28 minutos. Depois de boa jogada pela esquerda, Alisson chutou forte e Aranha fez boa defesa. No rebote, Thiago Neves meteu a cabeça na bola e deixou tudo igual no Mineirão.

Não deu nem tempo para comemorar. Dois minutos depois do empate, Thiago Neves cobrou escanteio e Manoel subiu mais alto que a zaga alvinegra, virando o jogo para os donos da casa. A alternativa para a Ponte, então, foi se lançar ao ataque. No entanto, não tinha pernas para buscar uma reação, e ficou completamente entregue com a expulsão de Elton, aos 41 minutos. No final, vitória do Cruzeiro por 2 a 1.

Com o resultado, o Cruzeiro subiu para o quarto lugar, com 44 pontos, enquanto que a Ponte Preta estacionou na 15ª posição, com 31, podendo ser ultrapassada por Fluminense, Sport, Avaí e Coritiba na rodada.