Final da Taça Guanabara terá torcida única, determina Justiça; Flamengo deve recorrer

Marcos Araken

O juiz Gulherme Schilling manteve a liminar que obriga a final da Taça Guanabara entre Flamengo e Fluminense tenha torcida única. Apenas torcedores do Tricolor Carioca poderão assistir à disputa. A decisão foi fruto de sorteio realizado no Fórum do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Em princípio, o estádio Nilton Santos será o palco da final.

Presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Melo declarou que irá recorrer da decisão. “Vamos esperar que a gente tenha uma resposta rápida e, se não vier, tomaremos uma decisão em conjunto”, afirmou o dirigente. “No momento não estamos trabalhando com essa possibilidade (de jogar fora do Rio de Janeiro). Vamos aguardar o recurso. Acho que se conseguirmos o recurso, ele vai determinar que o jogo vai acontecer como ele estava previsto”.

De acordo com Cacá Cardoso, vice-presidente geral do Fluminense, o tricolor também é contra a torcida única. Ele afirmou que os clubes deverão estudar a possibilidade de jogar fora do Rio de Janeiro.